contato@montrealnet.com.br
(31) 3817-1376
1bb80b6a198bca2568965fc3290893dd.jpg

A importância do ENEM

   Chega uma hora em que o futuro deixa de ser uma coisa distante e passa a bater na porta com insistência crescente: é a hora de entrar para a universidade. Reconhecido hoje como uma das mais importantes formas de acesso ao nível superior, o Exame Nacional do Ensino Médio, o famoso Enem, mostrou-se também extremamente democrático, socializando a porta de entrada na faculdade entre ricos e pobres, sepultando de vez o antigo vestibular.
   Simulados, aulas extras, cursos online, tudo vale para ter a melhor avaliação possível no Enem e ter sua vaga garantida em alguma – ou algumas – das mais de mil instituições de ensino superior do país, entre particulares e públicas. Rompendo barreiras, é ele também um fator determinante para a seleção de bolsistas do Programa Universidade para Todos (ProUni) e para o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).
   Através do ProUni, por exemplo, dependendo da nota obtida no Enem é possível conseguir até 100% de desconto nas mensalidades das universidades particulares. Não é à toa que o número de participantes também não para de crescer. Não esqueça: de acordo com o QS World University Ranking 2014, o Brasil tem 22 entre as 800 melhores universidades do mundo, sendo 14 federais, cinco estaduais e três particulares. Este ano serão 5,3 milhões de estudantes avaliados pelo exame, 700 mil a mais do que em 2013.
   Apesar de alguns problemas acontecidos no passado, a crescente credibilidade do Enem pode ser medida na proporção exata em que também aumentam, ano a ano, as vagas em universidades federais através do Sistema de Ingresso Unificado, o Sisu, aquele em que a seleção é feita exclusivamente com base nas notas obtidas no Enem.
   Além delas, no entanto, mesmo as universidades que não substituíram completamente o antigo vestibular pelo Enem como forma de ingresso utilizam o exame de outras formas no processo seletivo, como parte da nota do próprio vestibular ou bonificação na nota do candidato, seja em fase única ou não, por exemplo.
   O Enem ampliou o leque de possibilidades dos estudantes que, por outro lado, também contam com várias novas formas de preparação para o exame nacional. Hoje o Enem possibilita que o candidato concorra automaticamente a universidades do país inteiro, não apenas na sua região, multiplicando as chances de ingresso no nível superior. Este ano pelo menos 30 as universidades federais que usarão o Enem como processo seletivo, com as adesões recentes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), em Minas Gerais.
   Hoje, também, o candidato conta com cursos online, que podem ajuda-lo em diversas matérias do exame, e que pode ser feito em qualquer hora ou lugar. Mais, ao final o estudante tem ainda um certificado que pode contar como título em concursos públicos, por exemplo, ou, no caso dos cursos profissionalizantes, ainda se tornar uma fonte de renda enquanto cursa a universidade.
   É preciso abraçar cada oportunidade, investir no futuro que está cada vez mais próximo para que ele se torne uma realidade de sucesso, porque o sucesso não é só possível, ele é provável para quem se dedica a ele. Se as portas estão sendo abertas pelo Enem, atravessá-las depende apenas de você. Foque na prova e em seus objetivos e persevere no seu ideal de futuro, porque ele está esperando por você para se tornar o presente que você sempre sonhou.